quarta-feira, 30 de março de 2011

No Ar!


É, pessoal, como podem perceber ando distante do Blog. Meus amigos, parentes e namorado vivem me cobrando uma atenção maior à este exercício. Tenho muitas histórias para contar.

Mas o melhor de tudo é ser cobrada por alunos ou seguidores que tenham interesse pela profissão! Percebi que o meu blog pessoal tem apenas um seguidor, enquanto este aqui, que escrevo bem menos, já tem 6! É um número recorde pra mim! (risos)

Vamos falar sobre o quê? Vamos falar sobre aquilo que todos que desejam ingressar na aviação morrem de medo: PROCESSO SELETIVO.

Gente, os processos seletivos de uma maneira geral são muito parecidos, muito embora sejam atualizados de ano em ano para não ter macete. Essa coisa de faça isso, fale aquilo, ande assim, sorria assim já não funciona mais. Ok? Receita de bolo, só nas programações matinais de televisão.

Já participei de alguns processos seletivos de diversas companhias e eles tinham a cara da empresa. Quando é uma empresa mais "jovem", eles tendem a aplicar avaliações descoladas, quando é mais tradicional o négócio é massante mesmo e ponto! Na empresa em que trabalho hoje em dia (ou seja, a que passei no processo seletivo), foi maravilhoso pq eu já estava meio "calejada" de ser avaliada e fui natural. O mais natural que poderia ser.

Essa é a dica mor então: Seja natural. Nada de ficar querendo parecer pró-ativo, ou deixar pra ser o último pra não fazer besteira nas dinâmicas de grupo. Nada de ficar tenso e teso, não rir uma risada gostosa, não falar com o selecionador pelo nome dele por medo (medo não é respeito). Seja você, mas seja no ponto. Use o bom senso.

O meu chefe é maravilhoso. Gosto dele e ponto, sem puxasaquismo. Acho que ele nunca vai ler isso aqui mesmo, então ótimo. Ele me contou, esses dias, que em um processo seletivo havia um comissário de jeans e camiseta. Exatamente, gente, o cara teve a coragem de ir de JEANS e CAMISETA. O cara deveria estar meio por fora do mercado e tava se sentindo super mal, um peixe fora d'água. Mas aí o cara foi ele mesmo, mostrou suas competências, mostrou quem ele era e sabem o que aconteceu? Ele passou!

Opa, opa, opa, isso não quer dizer que você deve ir de jeans e batinha branca com sapatilha para a seleção, ok? Meninos, jeans e camiseta em outro momento, please. A primeira impressão é importantíssima, mas não é tudo.

Pessoal, tatuagem aparente é uma coisa que o pessoal tá cobrando nos processos seletivos. Algumas empresas têm o perfil mais descolado e aceitam uma estrelinha aqui, uma pontinha de tribal ali. Mas se você tem tatuagem aparente (que seja visível com uniforme da empresa), providencie um microporo para cobrir a tatoo e seja honesto, sincero: Tenho. Mostre que você é mais que isso, se a empresa for mais conservadora. Ou aceite e parta para outra, ok?

As dinâmicas de grupo não mostram para os selecionadores/psicólogos quem você é, mas como você está naquele momento. Então, evite irritações antes das seleções e NÃO SE CONTAMINEM com o nervosismo alheio. Ás vezes, é melhor mesmo não se misturar. Mas faça isso com classe, óbvio. Se tem uma loirinha se retocando toda hora e dizendo de minuto em minuto "será que eles vão chamar agora?" "estou bem?" "você não está nervosa (o)?", retire-se! Peça licença SORRINDO e vá beber uma água. Na volta, finja uma distração com um quadro e permaneça longe dessa "chupadora" de energia. (risos). E não seja você também um desses.

As entrevistas individuais costumam demorar, porque são muitos os candidados. Quando você se sentar na frente do selecionador, lembre-se da sua professora ou professor de boas maneiras do curso de comissários. Se você não teve uma, lembre-se daquilo que você estudou a respeito de bons modos. Se nem isso você fez, mude de profissão. Boas maneiras é o primordial para ser comissário de bordo e, portanto, é a primeira coisa que o selecionador vai querer de você.

Sorria, seja simpático. Sorria, eles querem ver você feliz. Sorria. E não esqueça de sorrir. Afinal, você está em busca de um sonho, não está? E quando alcançar, seu peste, não esqueça de todo esforço que você fez pra chegar lá e fique metido a besta não, viu? (Desculpem! Risos... não me contive).

Eis aqui algumas perguntas que me fizeram. Gente, evito citar nomes de empresas aqui, então vou tratá-las como empresa 1, empresa 2 e empresa 3, ok? Pelos perfis das perguntas vocês vão acabar sacando qual é qual.

Empresa 1

"Você está disponível para mudança imediata para São Paulo?"
"Como é sua relação com sua família?"
"Seus pais apoiam esta decisão?"

Empresa 2

"O que você faz nas horas vagas?"
"O que você acha da profissão?"

Empresa 3

"Me convença que eu devo te contratar!"
"Por que você quer ser comissária da empresa 3?"

Arrasem nas respostas. Não quero deixar aqui minhas respostas, para não influenciar na de vocês. Que tal vocês me responderem isso aqui no blog?
Comentem esse post, copiando essas perguntas e respondendo como se fosse no processo seletivo. Vamos brincar assim?

Visitem, participem, adoro a interação de vocês. Lembrem-se que isso me fará escrever mais e mais.

Até a próxima!!
=*

2 comentários:

  1. Oi, Lidia! Obrigada pela visita e pode linkar meu blog! Podemos "trocar figurinhas" sempre que você quiser rsrs Estou a disposição.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ola, nossa adorei seu blog, seus videos, parabéns! Tenho muita vontade de fazer o curso de comissária, porém tenho dúvida em relação ao idioma. O que vc me aconselha, qual curso fazer primeiro, o curso de comissária de bordo, ou o curso de inglês?

    ResponderExcluir